LIVRO: Melancia – Marian Keyes

Sinopse:

“Melancia” é um romance sobre a arte de manter o bom humor mesmo nos momentos mais adversos. Com 29 anos, uma filha recém-nascida e um marido que acabou de confessar um caso de mais de seis meses com a vizinha também casada, Claire se resume a um coração partido, um corpo inteiramente redondo, aparentando uma melancia, e os efeitos colaterais de gravidez, como, digamos, um canal de nascimento dez vezes maior que seu tamanho normal! Nada tendo em vista que a anime, Claire volta a morar com sua excêntrica família: duas irmãs, uma delas obcecada pelo oculto, e a outra, uma demolidora de corações; a mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha; e o pai, à beira de um ataque de nervos. Após passar alguns dias em depressão, bebendo e chorando, Claire decide avaliar os prós e os contras de um casamento de três anos. É justamente nessa hora que James, seu ex-marido, reaparece. Claire irá recebê-lo, mas lhe reservará uma bela surpresa.

Minha opinião:

Confesso que demorei meses pra ler esse livro até o final. Não que ele seja chato, mas é do tipo de livro que demora um pouco para chegar na parte que te prende, sabem? A história é super leve e bem humorada, mas conta com poucos diálogos ao longo do livro. Às vezes passam páginas e mais páginas apenas com a personagem narrando seus pensamentos. Além disso, o livro é bem longo, com 489 páginas.
O livro conta a história de uma mulher com a autoestima abaixo de zero, se lamentando e fantasiando o início do livro inteiro, isolada no quarto na casa de seus pais. A história vai ficando interessante quando surge o amigo de sua irmã mais nova, Adam, que é anos mais novo que a Claire, é ai que a personagem se vê apaixonada pelo garotão e a história realmente vira uma história, e ainda uma história gostosa de se ler.
Me lembro de ficar angustiada com o reviravolta que a vida de Claire dá no final. Quando seu ainda marido reaparece, quando ela descobre do passado tão secreto e misterioso de Adam, e as escolhas que ela tomará por fim.
Adorei o final que a história estava tomando quando faltavam umas 20/25 páginas para o final, mas o rumo que tomou, não consigo imaginar coisa mais perfeita. Apesar de toooda a enrolação, gostei muito da história, e me identifiquei em muitas partes.

Pra quem quiser, clique na figura acima para ser redirecionado para a loja Online da Saraiva, o livro é encontrado em média RS15,00 na versão BestBolso (que tem uma péssima qualidade), e R$59,90 no formato original.

Aproveitem a dica!

Shampoo Anti-Resíduos – Felt

Finalmente um assunto novo aqui no blog, e mais focado ao público feminino, afinal, nem só de nerdisse se faz a vida né?

Há cerca de um mês e meio atrás, comprei um shampoo anti-resíduos, pois meu cabelo é MUITO oleoso, tenho que lavá-lo no mínimo, uma vez por dia, o que fazia com que a oleosidade começasse a aparecer cerca de 20 horas depois do ultimo banho. Foi ai que o cabeleireiro me indicou esse tipo de shampoo. Nunca havia usado por medo de ressecar demais os fios, ou torná-los fracos, pois meu cabelo é extremamente fino. No salão o cabeleireiro usou no meu cabelo esse shampoo, e eu resolvi demorar um pouco mais do que 24 horas para lavar a cabeça para ver até que ponto ele segurava a oleosidade. O resultado foi incrível, antes meu cabelo não aguentava nem o “Efeito Travesseiro”, obrigatoriamente eu tinha que lavá-lo ao levantar todas as manhãs. E naquele dia, ele aguentou até o fim do dia e com uma aparência não totalmente impecável, mas com a oleosidade controlada. Gostei bastante do resultado, e resolvi comprar um para testar a longo prazo.

O escolhido e recomendado na perfumaria foi o Shampoo Anti-Resíduos da marca FELT, que possui Menta na fórmula, e segundo a vendedora, proporcionaria uma sensação de frescor no couro cabeludo, e também é sem sal. Ele é um shampoo de limpeza profunda, limpa o couro cabeludo livrando-o dos resíduos de suor e químicos, cloro usado em piscinas, oleosidade natural e demais impurezas do dia-a-dia.

A recomendação é usar de 1 à 2 vezes por semana, substituindo o shampoo normal. Na primeira vez que lavei fiz como faço com qualquer shampoo normalmente. Lavei duas vezes, dando bastante atenção ao coro cabeludo, e depois lavei com condicionador apenas no comprimento do cabelo. O resultado foi bom, o couro cabeludo realmente ficou com uma sensação de frescor, e um cheirinho ótimo o dia inteiro, mas senti que ficou com uma textura MUITO diferente das pontas, ficou mais áspero. Resolvi esperar alguns dias e tentar novamente a experiencia, mas aplicando apenas uma vez o shampoo, e assim o fiz depois de cerca de 4 dias. Assim, enfim achei a dosagem perfeita para meu cabelo.

Sempre que percebo que ele anda muito ‘murchinho’, com um aspecto sem vida, uso esse shampoo, isso dá um UP que nenhum outro tipo de shampoo jamais deu aos meus fios.

Então fica a essa dica para vocês meninas.

Espero que gostem do resultado.

LIVRO: Depois da Escuridão – Sidney Sheldon e Tilly Bagshawe

Sinopse:

A doce e angelical Grace Brookstein é a socialite mais querida dos Estados Unidos e leva uma vida de princesa. Até o dia em que seu marido, o bilionário Lenny Brookstein, dono do fundo de Hedge Quorum, sai para velejar e nunca mais retorna. Enquanto lida com a trágica morte do marido, um novo escândalo abala a vida de Grace – bilhões de dólares desaparecem do fundo Quorum, provocando a falência de milhares de famílias. Grace torna-se a principal suspeita e da noite para o dia sua vida se transforma. Determinada a provar sua inocência, Grace embarca numa jornada que revelará que ninguém a sua volta é digno de confiança.

Minha opinião:

Quando o autor é o Sidney Sheldon eu sou SUPER suspeita para falar. Ele é de longe o meu autor de livros favorito. Ver o nome dele estampado na capa de um livro é história surpreendente na certa. Esse foi o quarto livro que li dele. O primeiro foi “O Reverso da Medalha“, que na verdade é uma saga, a história se passa em gerações de uma família. Adorei o livro, então acabei emendando o “Se Houver Amanhã“, que foi o livro que fez com que eu me apaixonasse pelo autor. Depois li o menor dos livros dele que já vi, “A Outra Face“, todos esses há alguns bons aninhos atrás.  Quando vi esse livro nas prateleiras das livrarias, não resisti, comprei rapidinho. E como já esperava, surpreendente.

A história, como característica do autor, demora pra começar. Sidney Sheldon tem como uma das principais características o detalhamento de tudo, antes de qualquer coisa nas histórias. Neste livro, a história só começa a acontecer de verdade no capítulo 5, mais de 60 páginas do início do livro, onde o autor descreve até a infância dos personagens, que, até onde conheço, costumam ser bem complexos e surpreendentes.

Em todos os livros que conheço, o personagem principal é sempre uma “heroína”, e a heroína da vez é Grace Brookstein, que passa por poucas e boas, e precisa provar sua inocência para o mundo. O que mais me fascina são as estratégias que os personagens fazem para poder entrar ou sair de alguma situação, e é claro, o desfecho sempre brilhante. Com certeza este livro entrou para o hall dos meus favoritos, e é uma boa dica para aqueles que apreciam uma história de verdade.

Este livro está entre R$30,00 e R$40,00 nas principais livrarias, tem 461 páginas e 40 capítulos.

Aproveitem a dica! 🙂

Top 5 Filmes: Suspense

Entre as categorias de filmes, suspense misto com ação são os tipos de filmes que mais me atraem. Digo isso porque, apesar de gostar de filmes que eu quero um final e sei que o filme tem esse final, gosto mais da ideia de não saber como o filme vai acabar, ou não saber como é que vão fazer para conseguir tal façanha.

Pensando nesses finais e desfechos surpreendentes, selecionei alguns filmes clássicos e meus favoritos para deixar como dica para vocês.

Aqui vai.

Clique sobre as imagens para ser direcionado para o clipe do filme.

1º Efeito Borboleta

Sinopse:

Evan é um rapaz que teve certos problemas de memória quando garoto. Já crescido, ele descobre uma capacidade de poder viajar pelo tempo através desses buracos em suas lembranças. Ele utiliza desse poder para poder ficar com a garota dos seus sonhos, porém, isso o insere em um ciclo que, a cada vez que ele utiliza esse poder, algo de muito ruim acontece a alguém querido de sua vida. Evan tenta então, voltando sempre no tempo, salvar as pessoas, mas por mais que se esforce, alguém sempre vai sair perdendo.

Fonte: www.cineplayers.com/

Minha opinião:

Este, apesar de não ser o primeiro filme neste sentido que assiste, foi o que me chamou mais a atenção para essa categoria. Apesar da história inteira ser muito diferente ao que estamos acostumados nos filmes em geral, e ter uma forte temática abordando assuntos como pedofilia e psicologia, o final me chamou muito a atenção, pois é incomum e consegue não ser decepcionante. Não entendeu? Assista o filme que fica mais claro. 😉

2º Seven – Os Sete Crimes Capitais

Sinopse:

Dois policiais, um jovem e impetuoso (Brad Pitt) e o outro maduro e prestes a se aposentar (Morgan Freeman), são encarregados de uma perigosa investigação: encontrar um serial killer que mata as pessoas seguindo a ordem dos sete pecados capitais.

Fonte: www.adorocinema.com

Minha opinião:

Apesar deste ser o filme mais velho do meu top, como já disse acima, foi o Efeito Borboleta que concretizou o meu interesse nessa categoria. Esse filme é bem conhecido, e aborda a história de um serial killer que mata suas vitimas baseando-se nos pecados capitais. O atrativo dele é justamente o mistério da identidade do infeliz, e como ele provoca as mortes, sinceramente, acho que o  autor de Jogos Mortais se baseou nas mortes desse filme, pois são bem elaboradas e cheias de frieza.

3º 72 Horas

Sinopse:

John Brennan (Russell Crowe) é um professor universitário que leva uma vida perfeita, até sua esposa Lara (Elizabeth Banks) ser acusada de ter cometido um crime brutal. Ela jura que não é a autora do crime. Após três anos de recursos judiciais sem sucesso, John percebe que o único meio de ter sua esposa de volta será tirando-a da prisão. Ele tem apenas 72 horas para elaborar o plano e executá-lo.

Fonte: www.adorocinema.com

Minha opinião:

Na metade do filme comecei a ficar com aquela dúvida: “será que foi ela?”. E ali nos 45 minutos do segundo tempo, a minha reação foi aquele clichê de filmes de terror “não faça isso idiota, não faça isso!!!! eles vão te pegar!!!!”. Pois é, muitas emoções, rsrs. O ápice fica realmente na fuga da cadeia, e nos contratempos que surgem. E então, quando tudo parece bem, começa a ficar mais e mais complicado, e finalmente, um final que até mesmo o expectador se engana.

4º Contra o Tempo

Sinopse:

“Contra o Tempo” acompanha o capitão Colter Stevens (Gyllenhaal), que acorda no corpo de um outro homem e descobre que faz parte de uma missão para salvar Chicago de um trem desgovernado. Em uma tarefa que não se parece a nenhuma das que já realizou, percebe que é parte de um experimento do governo chamado “Source Code,” um programa que lhe permite passar pela identidade de outro homem nos últimos 8 minutos de sua vida. Ele tem poucos minutos para descobrir o que irá acontecer com o trem.

Fonte: www.cinepop.com.br

Minha opinião:

Contra o tempo recriou o conceito do “Efeito Borboleta”, indo e voltando no tempo, mas com “explicação” e circunstância diferentes. Este filme é daqueles que só vai fazer sentido quando está quase na metade, aiiiii que você vai começar a entender, isso junto com o personagem, porque até ele ficou meio perdido nesse filme. rs, mas calma, faz parte da trama. O que ainda me deixa um pouco confusa é o final, pois não é 100% esclarecedor, mas é um ótimo final, completamente imprevisível, principalmente quando você já está conformado.

5º Código de Conduta

Sinopse:

Clyde (Gerard Butler) é um dedicado pai de família que testemunha sua esposa e filha serem assassinadas. Um dos culpados ganha liberdade graças a um acordo feito com o ambicioso promotor Nick (Jamie Foxx). Anos depois o assassino é encontrado morto e Clyde é preso mesmo sem provas contra ele. Seu unico objetivo, é denunciar o corrupto sistema judicial nem que para isso tenha que matar um a um, todos os envolvidos. Mas, se Clyde já está na cadeia, como o promotor poderá impedi-lo se ele está sempre um passo a frente de todos?
Fonte: www.cinepop.com.br

Minha opinião:

Surpreendente. Essa palavra traduz esse filme. Ou como diria uma amiga minha em uma sessão “Cinema em Casa”, vermelho, preto, marrom e cinza seriam as descrições ideais para ele. Não deixa de ser verdade. De todos da lista, este é que envolve mais trama e planejamento em nível hard, quando você percebe, já está rolando um “buuuuuuuuuuuuuum” em alguém do filme de formas inimagináveis. Eu que estava em casa fiquei com medo de atender o celular se tocasse! (piadinha que só quem assistiu o filme vai entender).

É isso minha gente, esses filmes são bem particulares para o meu gosto, envolvem bastante raciocínio e exigem atenção para não correr o risco de perder alguma coisa e ficar boiando no final. Espero que gostem, assistam, e deixem um comentário indicando filmes para quem sabe, um futuro post.

Enjoy. 😀