Top 5 Filmes: Alguém Morre na História

Já que o principal assunto nas redes sociais tem sido a estréia do tão nostálgico Titanic, que agora está em 3D, resolvi fazer um top no estilo Titanic. Sim, só filmes com final trágico, que você acha a história linda, perfeita (ou não), maaas, ODEIA o final.

Pensando nisso, selecionei alguns dos meus filmes preferidos, e bem antiguinhos por sinal, e montei o nosso top de hoje. Vamos lá? Lembrando que para visualizar o trailer é só clicar na imagem que você será direcionado, ok?

Aqui vai:

1º Cidade dos Anjos

Sinopse:

Em Los Angeles, uma dedicada cirurgiã (Meg Ryan) fica arrasada quando perde um paciente durante uma operação, no mesmo instante em que um anjo (Nicolas Cage), que estava na sala de cirurgia, começa a se sentir atraído por ela.

Em pouco tempo ele fica apaixonado pela médica e resolve ficar visível para ela, a fim de poder encontrá-la frequentemente, o que acaba provocando entre os dois uma atração cada vez maior, apesar dela ter um sério relacionamento com um colega de profissão.

O ser celestial não pode sentir calor, nem o vento no rosto, o gosto de uma fruta ou o toque da sua amada, assim ele cogita em deixar de ser um imortal para poder amar e ser amado intensamente.

fonte: http://www.filmow.com

Minha opinião:

Parando para pensar, a ideia de um ser celestial se sentir atraido por alguém, é um tanto quanto contraditório, mas é com base nisso que a história é contada, então vamos aceitar e entrar no clima.

Apesar de eu odiar a interpretação do Nicolas Cage, esse é o único filme em que eu acho bem aceitável, o ator não precisou fazer caras e bocas nesse papel, nem expressar sentimentos diferentes, então, fez com que fizesse brilhantemente esse personagem bem água com açúcar.

Apesar da história do filme ser bem fora do comum, e eu não gostar da atuação do rapaz, eu não queria que o amor deles fosse interrompido (sim, sou bem contraditória), mas, mesmo com tudo isso, amo esse filme, e acho que vocês PRECISAM assistir o único filme com a atuação boa do Nicolas. Vale conferir. 🙂

2º Uma Carta de Amor

Sinopse:

Ao caminhar pela praia, Theresa Osborne (Robin Wright) encontra uma garrafa com uma carta romântica e extremamente sincera, pois era também uma despedida, um adeus. Ela fica tão impressionada que usa os meios que dispõe trabalhando como jornalista em Chicago e tenta saber quem escreveu a carta. Ela então descobre que foi escrita por Garret Blake (Kevin Costner), um construtor de barcos da Carolina do Norte, para Catherine (Susan Brightbill), sua esposa, e, ao conhecê-lo, fica sabendo que Catherine faleceu precocemente. Em pouco tempo surge uma atração mútua entre Theresa e Garret, mas os fantasmas que ele carrega não permitem que ele viva este novo amor por completo.

fonte: http://www.adorocinema.com

Minha opinião:

Outra história bem diferente e improvável, a famosa história da carta achada dentro de uma garrafa, e que fez despertar o amor da leitora ao autor de tão linda declaração. A sorte que ela é uma jornalista, então tem todos as formas necessárias de pesquisa para localizar essa pessoa tão apaixonada que escreveu essa carta. O final é super triste e definitivamente não era o que eu queria. Achei super injusto, mas, nem nos filmes é tudo perfeito, não em todos eles. Mas vale conferir, tem uma história bem diferente do que você deve estar acostumado.

Ah, e desculpe, não consegui achar um trailer legendado, mas dá pra ter uma noção do que esperar. 🙂

3º Um Amor para Recordar

Sinopse:

Em plenos anos 90, Landon Carter (Shane West) é punido por ter feito uma brincadeira de mal gosto em sua escola. Como punição ele é encarregado de participar de uma peça teatral, que está sendo montada na escola. É quando ele conhece Jamie Sullivan (Mandy Moore), uma jovem estudante de uma escola pobre. Com o tempo Landon acaba se apaixonando por Jamie que, por razões pessoais, faz de tudo para escapar de seu assédio.

fonte: http://www.adorocinema.com

Minha opinião:

Definitivamente de todos os filmes dessa lista, esse, de longe é o mais perfeito, significativo, apaixonado, lindo, incrível e tudo mais. Maas, acho que como todos sabem, não tem um final feliz, como nós queríamos :(. Sim, faz eu chorar rios de lágrimas, me faz sentir um sentimento inexplicável e único, que só esse filme desperta. A dedicação e a transformação que eles vivem chega a ser surreal de tão perfeita, sensível e mais tudo aquilo que já disse lá em cima.

Com toda certeza a melhor história de Nicholas Sparks. Não conheço todas, mas, tenho certeza que posso dizer isso sem erro.

Se você nunca assistiu esse filme, precisa fazer esse favor à si mesmo, e aproveitar a sensação que ele causa.

4º Doce Novembro

Sinopse:

Nelson Moss (Keanu Reeves) é um atarefado executivo que só pensa em seu trabalho e parece ter se esquecido o que é ser amado por alguém. Até que conhece Sara Deever (Charlize Theron), que lhe traz novamente um sentimento de romantismo à sua vida. Ela termina convencendo-o a passarem um mês juntos e depois se separarem, pois considera este um tempo suficiente para que possam resolver seus problemas emocionais. Porém, com o passar dos dias Nelson se apaixona cada vez mais por Sara e busca descobrir qual é o motivo pelo medo de compromisso que ela possui.

fonte: http://www.filmow.com

Minha opinião:

Desculpem de novo, tenho mania de me prender em filmes antigos, e não consigo achar depois os trailers dublados ou legendados para vocês verem. Mas enfim, lendo a sinopse e depois vendo o trailer já dá para ter uma boa noção sobre tudo.

O final é muito surpreendente, colocando-o nesse top estou estragando uma parte da história, me desculpem de novo, mas eu preciso dizer que vocês precisam assistir esse filme. Ele trás de volta os valores de nós, que com o dia-a-dia acabamos nos esquecendo. Ahh, não posso falar mais pra não terminar de estragar o final do filme. Então é isso, o filme é lindo e com uma história bem interessante e chega até a ser bem divertido. Vale a pena dar uma olhada.

5º A Vida é Bela

Sinopse:

Na Itália dos anos 40, Guido (Roberto Benigni) levado para um campo de concentração nazista e tem que usar sua imaginação para fazer seu pequeno filho acreditar que estão participando de uma grande brincadeira, com o intuito de protegê-lo do terror e da violência que os cercam.

fonte: http://www.filmow.com

Minha opinião:

Esse é o filme da lista que foge um pouco da mesmisse dos outros. O foco principal acaba não sendo o relacionamento homem e mulher, mas sim a família que foi construída em cima desse sentimento. Com certeza uma imensa lição de vida e um tapa na cara da sociedade. Uma história de luta e amor, que faz com que você reflita sobre tudo o que acontece pelo mundo.

Vale muito a pena assistir, e mais uma vez o trailer está sem legenda. 😦

Então é esse o top de hoje, espero que aproveitem as dicas, todos são ótimos, para quem gosta do estilo, não tem erro.

Aproveitem!

Filme VS Livro: Querido John – Nicholas Sparks

Querido John

O que você faria com uma carta que mudasse tudo?

*Clique sobre a imagem para ser direcionado para o trailer

WARNING:

Se você for uma pessoa que odeia chorar, não leia ou assista, fique só na resenha mesmo. 🙂

Livro:

Autor: Nicholas Sparks

“Querido John” narra a história de um jovem soldado americano, John, que se apaixona por Savannah uma estudante conservadora. Quando Savannah Lynn Curtis entra em sua vida, John Tyree sabe que está pronto para começar de novo. Ele, um jovem rebelde, se alista no exército logo após terminar a escola, sem saber o que faria de sua vida. Então, durante sua licença, ele conhece Savannah, a garota de seus sonhos. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah jure esperá-lo concluir seus deveres militares. Mas ninguém pôde prever que os atentados de 11 de Setembro pudessem mudar o mundo todo. E como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu amor por Savannah e seu país. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, John descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.

Filme:

Foram duas semanas que mudariam as vidas deles para sempre. Logo depois que John (Channing Tatum – Inimigos Públicos, G.I. Joe: A Origem de Cobra) e Savannah (Amanda Seyfried – Mamma Mia! e da série de TV “Big Love”) se apaixonam perdidamente, seu relacionamento é interrompido. Com um partindo para completar seu tempo de serviço militar e a outra, para completar sua faculdade, eles se correspondem constantemente esperando que um ano se passe para poderem ficar juntos para sempre. Mas, quando a guerra se inicia, sua separação prolonga-se indefinidamente. Será que o relacionamento sobreviverá ao mais duro teste entre todos: o teste do tempo? Baseado em romance campeão de vendas do autor de “Diário de uma Paixão”, QUERIDO JOHN é um romance atemporal que vai aquecer seu coração.

Minha opinião:

Eu sempre leio o livro antes de assistir o filme porque eu acabo desanimando com o livro depois, pois sempre acabo desanimando em ler coisas que eu já sei, apesar do livro sempre ser mais intenso do que o filme. Enfim, com esse não foi diferente.

Li o livro primeiro, chorei LITROS, LITROS e MAIS LITROS, amei a história mas odiei o final, perdi até a vontade de assistir o filme… Mas uma amiga pentelha ficou falando pra eu assistir o filme e eu chorei MAIS LITROS, começando da metade do filme, já achando que eu sabia o que ia acontecer e que eu ia chorar mais ainda do que já tinha chorado, mas não, não foi triste e sim, eu chorei mesmo assim.

Como seeeempre em todos os livros VS filmes que eu já li/assisti, o livro é mais perfeito e detalhado do que o filme, muita coisa muda, no caso do filme, alguns personagens que eram amigos viraram irmãos (não necessariamente, mais como exemplo) , mas o final, ahh, o final do filme era o que eu queria e me fez chorar de perfeição *–*
Na época do “BUM”, eu ganhei o livro de uma amiga, como na época eu já estava lendo o livro “Comer rezar amar” (que ainda não assisti o filme, e quando decidir ver, posto o que achei aqui), fui emprestando o livro pra diversas pessoas, homens e mulheres, e todos amaram, e choraram e trálálá.

Então, em termos de história, eu indico o filme, pois é um final feliz e não te deixa com raiva, como eu fiquei. Mas se você é uma pessoa que gosta de ler, é uma boa dica também.

Indico os dois.

Divirtam-se! 😉