Bolo Sem Ovos (Bolo Americano)

Estava eu, como sempre, no serviço fuçando alguns sites quando encontrei a seguinte receita no blog “Amélias de Salto“:

Ingredientes:

3 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
1 xícara de achocolatado
2 xícaras de água fervendo
1/2 xícara de óleo
1 colher de sopa de fermento em pó

Preparo:

Misture todos os ingredientes em uma tigela, coloque em uma forma untada e enfarinhada, e leve ao forno por cerca de 30min.

Ai eu pensei “Nossa, que legal, tô com vontade de comer bolo mesmo, acho que vou fazer! A receita é super fácil mesmo, é só colocar tudo no liquidificador e pronto!”

Durante a semana fui lá eu fazer.

Separei todos os ingredientes, untei a forma, fui preaquecendo o forno enquanto misturava os ingredientes. Massa devidamente batida, e já na forma, quando olho para a mesa e vejo o fermento :/ não teve outro jeito, taquei uma colher de fermento na forma mesmo e bati lá dentro misturando bem. Claro que a camada de manteiga e farinha foi pro brejo uma hora dessas né? Mas enfim, bolo no forno.

Enquanto não ficava pronto, decidi procurar alguma receita na internet para fazer uma cobertura, mas a anta aqui não sabe diferenciar calda de cobertura, e pesquisou calda. 🙂

Receita em mãos:

1 copo leite

2 colheres de margarina

2 colheres de achocolatado

Leve ao fogo até ferver

Diante daquele negócio liquido percebi o erro, e a genialidade falou “Deixa mais um tempo no fogo, quem sabe não endurece um pouco?”. Virei as costas por um minuto e adivinhem o que aconteceu? Acertou quem respondeu que o leite ferveu e transbordou sujando o fogão inteiro. (:

Ainda não satisfeita, falei, vou concertar isso! O bolo já estava até pronto nessa altura (sim, foi bem rápido). Ele estava com uma cara ótima, deixei uns 30 minutos no forno só, macio de dar gosto e até perdoar as minhas falhas, mas voltando à cobertura que naquela hora era calda, decidi colocar uma lata de leite condensado e rezar para que aquilo se tornasse um pouco parecido com brigadeiro.

O negócio ficou uns 15 minutos no fogo pra começar a pegar um pouco de consistência, o bolo já estava até frio quando eu me achei naquela história toda, então, esperei mais um 10 minutinhos e pude provar o tão esperado e desastrado bolo sem ovos.

Resultado:

O bolo ficou com um gosto muito forte de farinha, não tenho certeza se foi realmente culpa da própria receita, pois graças ao desastre de esquecer o fermento, acabei tento que misturar na forma e acabou soltando aquela mistura usada para untar, pode ser por eu não ter misturado direito, mas ficou sim muito evidente o gosto da farinha, porém o bolo estava bem fofinho e no ponto, o que acabou salvando, por incrível que pareça, foi a caldacobertura que eu sem querer fiz, o que acabou disfarçando o gosto e deixando delicioso.

Resumindo, sendo minha culpa ou não o gosto da farinha é uma receita que não pretendo repetir, é um bolo de chocolate comum, a única vantagem é que é bem fofinho sem precisar fazer clara em neve.

Continuem acompanhando os meus desastres :/

Bolinho de Chuva com Vinagre

Pois é, a uma semana que eu estava morrendo de vontade de comer bolinho de chuva, eis que hoje eu resolvi fazer, anunciando desde ontem em clima de comemoração. E foi nesse exato momento que pedem para que eu fizesse “O famoso bolinho de chuva com vinagre da minha vó”:

– Ahh, faça, é mais gostoso, é mais crocante, mimimi…

Resolvi fazer, porque não? Todo mundo adora, 3 pessoas buzinando na minha orelha e eu nunca havia experimentado. Então, mão na massa.

A receita foi seguida à risca:

Ingredientes:

  • 3 ovos inteiros
  • 3 colheres de (sopa) de vinagre
  • 2 colheres de (sopa) de óleo de soja ou de milho
  • 1 xícara de (chá) de açúcar refinado
  • 1 colher de (sopa) de fermento em pó
  • Trigo para dar o ponto

 

Modo de preparo:

  1. Em uma vasilha, junte os ovos, o açúcar, o óleo, o vinagre, o fermento em pó e o trigo
  2. Amasse até obter uma massa tipo de nhoque
  3. Faça rolinhos na espessura de um dedo
  4. Frite em óleo não muito quente
  5. Passe no açúcar, pode ser guardado em potes fechados por uma semana

 

Legal, nenhum mistério, só um pouco de desentendimentos com a temperatura do óleo, afinal o fogão é novo e eu não estou muito habituada, alguns bolinhos queimados, mas super tranquilo.

Tudo pronto, enchi um potinho e bora provar.

Cara, que decepção. Confesso que não sou cozinheira nada e muito menos experiente, mas sei me virar bem, e a minha especialidade é Bolinho de Chuva, todos amam o meu. Mas esse, eu não sei se eu é que não soube fazer ou sei lá o que aconteceu. Minha irmã está de prova que a receita foi mesmo seguida à risca. Enfim. O bolinho ficou mesmo mais sequinho, ou seja, não ficou encharcado de óleo, mas a massa não tinha gosto nenhum. E não foi só eu que não gostei não. Minha irmã, a maior admiradora dos meus bolinhos de chuva, e defensora do bolinho de chuva com vinagre, também não gostou não. Mas ela coloca a culpa da receita não ter dado certo em mim. Maaas se esquece que a minha querida avó perdeu a receita original, que todos conhecem, e me deu uma que foi tirada da internet, e que ela ainda não tinha feito. u.u

Então, fica aqui anotado, esse bolinho de chuva tem gosto de isopor, e a culpa não é minha, já que eu segui a receita.

Mas, se alguém ai estiver disposto a enfrentar esse desafio e for confiante o bastante para acreditar que pode fazer melhor, aqui vai um bom desafio pra você. Faça e conte pra gente depois o resultado.

E depois de tuuudo isso, continuo com vontade de comer bolinho de chuva. 😦

Eu não curti esse post.

Receita: Bolo Gelado de Brigadeiro

Histórico:

Eu não tenho um histórico muito feliz na cozinha. Apesar de não conviver muito nessa parte da casa, até que sei me virar bem. Mas por conta da minha falta de memória, geralmente quando vou fazer alguma receita, andava esquecendo alguns ingredientes. Isso é sério.

Pra vocês terem uma ideia, virou tipo um trauma fazer bolo, a uns dois anos que eu não tentava fazer um. Por quê?

Eu sozinha em casa:

“Ahh, acho que vou fazer um bolo!”

Peguei todos os ingredientes que estavam na receita, coloquei sobre a pia, preparei tudo e coloquei a massa no forno. Quando olhei para a pia, lá estavam os ovos. Imaginem o desespero da pessoa.

A minha sorte é que a massa ainda não tinha nem começado a assar, então quebrei os ovos dentro da assadeira mesmo, misturei com a massa e voltei a gororoba pro forno, rezando pra dar tudo certo.

Bolo enfim assado, a aparência era esbranquiçada (por causa do ovo mal misturado), mas o gosto era bom, normal, disfarcei as manchas com cobertura e tudo ficou bem.

Mas esse não foi o pior não.

Acho que era começo do ano de 2010. Primeira vez que meu boyfriend ia em casa pra conhecer a minha família. Decidi agradar:

“Amoor, vou fazer um bolo de cenoura pra você!”

E lá fui eu.

Peguei a receita, fui pegando os ingredientes e colocando no liquidificador, coloquei o bolo na assadeira e enfiei no forno pré-aquecido. Cerca de 40 minutos depois espetei o palito de dente na massa para ver se já estava totalmente assado.

Perfeito *-* tão fofinho que a massa até veio no palito. Vou provar *—*:

NUNCA COMI UM BOLO TÃO HORRÍVEL NA MINHA VIDA.

O que eu fiz de errado?

Só esqueci de colocar açúcar.

O bolo já estava pronto. E agora? O que fazer?

Gritei bem alto “MAAAAAAANHÊÊÊÊÊÊ” e o conselho:

“Dissolve o açúcar em um pouco de água, e rega o bolo.”

E lá fui eu. Ai vai a primeira xícara de açúcar! OMG, continua sem açúcar! Ai vai a segunda xícara de açúcar, e nada de adoçar aquela praga, até que o bolo virou pudim.

Tentei não entrar em pânico, e coloquei o bolo dentro do forno novamente na esperança do bolo voltar a ser bolo e deixar de ser um pudim.

NADA.

Resultado: fui piada e o bolo que virou pudim, foi pro lixo.

Sim meus amigos. Até hoje sinto depressão em lembrar esse dia, e por isso, acabei aposentando esse meu lado boleira. Por uns 2 anos.

Fui motivo de chacota pelo boyfriend até que decidi esse ano, provar que eu posso SIM seguir uma receita de bolo e não esquecer nenhum ingrediente.

Então, achei uma receita navegando pelo site “ocioso.com.br”

 Bolo Gelado de Brigadeiro

fonte: http://www.receitas.com (ctrl c + ctrl v)

ingredientes

Massa

  • 3 ovos,
  • 1 e 1/2 xícara ( chá ) de açúcar,
  • 2 xícaras ( chá ) farinha de trigo,
  • 1 xícara ( chá ) de chocolate em pó ou achocolatado,
  • 2 colheres de manteiga,
  • 1 colher ( sopa ) de fermento em pó,
  • 1 pitada de sal,
  • 1 xícara ( chá ) de água quente,

Calda

  • 1 copo e meio de leite
  • Meia lata de leite condensado
  • 3 colheres de achocolatado

Cobertura

  • 1 lata e meia de leite condensado
  • 1 colher de manteiga
  • 3 colheres de achocolatado
  • 1 caixinha de creme de leite com soro ou sem.

modo de preparo

Massa

Bata os ovos com o açúcar, manteiga, achocolatado a farinha, o sal, depois adicione a água quente aos poucos e va mexendo e por último o fermento em pó. Asse em forno pre-aquecido com temperatura média por 40 minutos.

Calda

Bata tudo no liquidificador e despeja sobre o bolo que deve ser todo furado antes. Fica bem molhadinho mesmo.

Cobertura

Numa panela coloque a manteiga, o leite condensado e o achocolatado, mexa ate desprender do fundo, desligue e coloque o creme de leite, mexa bem e cubra o bolo. Decore a gosto e mantenha coberto com papel alumínio na geladeira.

Minha opinião:

Meeus amigos, foi um sucesso. O meu ficou um pouco enjoativo porque a forma era pequena e alta, o que fez ter muita cobertura concentrada no bolo, confesso que comi quando ele ainda tava quente, depois quando ele estava com a temperatura ambiente. e só depois gelado.

Super aprovado, e eu também!

Mulheres de TPM, essa é uma ótima pedida pra vocês!