LIVRO: Melancia – Marian Keyes

Sinopse:

“Melancia” é um romance sobre a arte de manter o bom humor mesmo nos momentos mais adversos. Com 29 anos, uma filha recém-nascida e um marido que acabou de confessar um caso de mais de seis meses com a vizinha também casada, Claire se resume a um coração partido, um corpo inteiramente redondo, aparentando uma melancia, e os efeitos colaterais de gravidez, como, digamos, um canal de nascimento dez vezes maior que seu tamanho normal! Nada tendo em vista que a anime, Claire volta a morar com sua excêntrica família: duas irmãs, uma delas obcecada pelo oculto, e a outra, uma demolidora de corações; a mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha; e o pai, à beira de um ataque de nervos. Após passar alguns dias em depressão, bebendo e chorando, Claire decide avaliar os prós e os contras de um casamento de três anos. É justamente nessa hora que James, seu ex-marido, reaparece. Claire irá recebê-lo, mas lhe reservará uma bela surpresa.

Minha opinião:

Confesso que demorei meses pra ler esse livro até o final. Não que ele seja chato, mas é do tipo de livro que demora um pouco para chegar na parte que te prende, sabem? A história é super leve e bem humorada, mas conta com poucos diálogos ao longo do livro. Às vezes passam páginas e mais páginas apenas com a personagem narrando seus pensamentos. Além disso, o livro é bem longo, com 489 páginas.
O livro conta a história de uma mulher com a autoestima abaixo de zero, se lamentando e fantasiando o início do livro inteiro, isolada no quarto na casa de seus pais. A história vai ficando interessante quando surge o amigo de sua irmã mais nova, Adam, que é anos mais novo que a Claire, é ai que a personagem se vê apaixonada pelo garotão e a história realmente vira uma história, e ainda uma história gostosa de se ler.
Me lembro de ficar angustiada com o reviravolta que a vida de Claire dá no final. Quando seu ainda marido reaparece, quando ela descobre do passado tão secreto e misterioso de Adam, e as escolhas que ela tomará por fim.
Adorei o final que a história estava tomando quando faltavam umas 20/25 páginas para o final, mas o rumo que tomou, não consigo imaginar coisa mais perfeita. Apesar de toooda a enrolação, gostei muito da história, e me identifiquei em muitas partes.

Pra quem quiser, clique na figura acima para ser redirecionado para a loja Online da Saraiva, o livro é encontrado em média RS15,00 na versão BestBolso (que tem uma péssima qualidade), e R$59,90 no formato original.

Aproveitem a dica!

Top 5 Filmes: Alguém Morre na História

Já que o principal assunto nas redes sociais tem sido a estréia do tão nostálgico Titanic, que agora está em 3D, resolvi fazer um top no estilo Titanic. Sim, só filmes com final trágico, que você acha a história linda, perfeita (ou não), maaas, ODEIA o final.

Pensando nisso, selecionei alguns dos meus filmes preferidos, e bem antiguinhos por sinal, e montei o nosso top de hoje. Vamos lá? Lembrando que para visualizar o trailer é só clicar na imagem que você será direcionado, ok?

Aqui vai:

1º Cidade dos Anjos

Sinopse:

Em Los Angeles, uma dedicada cirurgiã (Meg Ryan) fica arrasada quando perde um paciente durante uma operação, no mesmo instante em que um anjo (Nicolas Cage), que estava na sala de cirurgia, começa a se sentir atraído por ela.

Em pouco tempo ele fica apaixonado pela médica e resolve ficar visível para ela, a fim de poder encontrá-la frequentemente, o que acaba provocando entre os dois uma atração cada vez maior, apesar dela ter um sério relacionamento com um colega de profissão.

O ser celestial não pode sentir calor, nem o vento no rosto, o gosto de uma fruta ou o toque da sua amada, assim ele cogita em deixar de ser um imortal para poder amar e ser amado intensamente.

fonte: http://www.filmow.com

Minha opinião:

Parando para pensar, a ideia de um ser celestial se sentir atraido por alguém, é um tanto quanto contraditório, mas é com base nisso que a história é contada, então vamos aceitar e entrar no clima.

Apesar de eu odiar a interpretação do Nicolas Cage, esse é o único filme em que eu acho bem aceitável, o ator não precisou fazer caras e bocas nesse papel, nem expressar sentimentos diferentes, então, fez com que fizesse brilhantemente esse personagem bem água com açúcar.

Apesar da história do filme ser bem fora do comum, e eu não gostar da atuação do rapaz, eu não queria que o amor deles fosse interrompido (sim, sou bem contraditória), mas, mesmo com tudo isso, amo esse filme, e acho que vocês PRECISAM assistir o único filme com a atuação boa do Nicolas. Vale conferir. :)

2º Uma Carta de Amor

Sinopse:

Ao caminhar pela praia, Theresa Osborne (Robin Wright) encontra uma garrafa com uma carta romântica e extremamente sincera, pois era também uma despedida, um adeus. Ela fica tão impressionada que usa os meios que dispõe trabalhando como jornalista em Chicago e tenta saber quem escreveu a carta. Ela então descobre que foi escrita por Garret Blake (Kevin Costner), um construtor de barcos da Carolina do Norte, para Catherine (Susan Brightbill), sua esposa, e, ao conhecê-lo, fica sabendo que Catherine faleceu precocemente. Em pouco tempo surge uma atração mútua entre Theresa e Garret, mas os fantasmas que ele carrega não permitem que ele viva este novo amor por completo.

fonte: http://www.adorocinema.com

Minha opinião:

Outra história bem diferente e improvável, a famosa história da carta achada dentro de uma garrafa, e que fez despertar o amor da leitora ao autor de tão linda declaração. A sorte que ela é uma jornalista, então tem todos as formas necessárias de pesquisa para localizar essa pessoa tão apaixonada que escreveu essa carta. O final é super triste e definitivamente não era o que eu queria. Achei super injusto, mas, nem nos filmes é tudo perfeito, não em todos eles. Mas vale conferir, tem uma história bem diferente do que você deve estar acostumado.

Ah, e desculpe, não consegui achar um trailer legendado, mas dá pra ter uma noção do que esperar. :)

3º Um Amor para Recordar

Sinopse:

Em plenos anos 90, Landon Carter (Shane West) é punido por ter feito uma brincadeira de mal gosto em sua escola. Como punição ele é encarregado de participar de uma peça teatral, que está sendo montada na escola. É quando ele conhece Jamie Sullivan (Mandy Moore), uma jovem estudante de uma escola pobre. Com o tempo Landon acaba se apaixonando por Jamie que, por razões pessoais, faz de tudo para escapar de seu assédio.

fonte: http://www.adorocinema.com

Minha opinião:

Definitivamente de todos os filmes dessa lista, esse, de longe é o mais perfeito, significativo, apaixonado, lindo, incrível e tudo mais. Maas, acho que como todos sabem, não tem um final feliz, como nós queríamos :(. Sim, faz eu chorar rios de lágrimas, me faz sentir um sentimento inexplicável e único, que só esse filme desperta. A dedicação e a transformação que eles vivem chega a ser surreal de tão perfeita, sensível e mais tudo aquilo que já disse lá em cima.

Com toda certeza a melhor história de Nicholas Sparks. Não conheço todas, mas, tenho certeza que posso dizer isso sem erro.

Se você nunca assistiu esse filme, precisa fazer esse favor à si mesmo, e aproveitar a sensação que ele causa.

4º Doce Novembro

Sinopse:

Nelson Moss (Keanu Reeves) é um atarefado executivo que só pensa em seu trabalho e parece ter se esquecido o que é ser amado por alguém. Até que conhece Sara Deever (Charlize Theron), que lhe traz novamente um sentimento de romantismo à sua vida. Ela termina convencendo-o a passarem um mês juntos e depois se separarem, pois considera este um tempo suficiente para que possam resolver seus problemas emocionais. Porém, com o passar dos dias Nelson se apaixona cada vez mais por Sara e busca descobrir qual é o motivo pelo medo de compromisso que ela possui.

fonte: http://www.filmow.com

Minha opinião:

Desculpem de novo, tenho mania de me prender em filmes antigos, e não consigo achar depois os trailers dublados ou legendados para vocês verem. Mas enfim, lendo a sinopse e depois vendo o trailer já dá para ter uma boa noção sobre tudo.

O final é muito surpreendente, colocando-o nesse top estou estragando uma parte da história, me desculpem de novo, mas eu preciso dizer que vocês precisam assistir esse filme. Ele trás de volta os valores de nós, que com o dia-a-dia acabamos nos esquecendo. Ahh, não posso falar mais pra não terminar de estragar o final do filme. Então é isso, o filme é lindo e com uma história bem interessante e chega até a ser bem divertido. Vale a pena dar uma olhada.

5º A Vida é Bela

Sinopse:

Na Itália dos anos 40, Guido (Roberto Benigni) levado para um campo de concentração nazista e tem que usar sua imaginação para fazer seu pequeno filho acreditar que estão participando de uma grande brincadeira, com o intuito de protegê-lo do terror e da violência que os cercam.

fonte: http://www.filmow.com

Minha opinião:

Esse é o filme da lista que foge um pouco da mesmisse dos outros. O foco principal acaba não sendo o relacionamento homem e mulher, mas sim a família que foi construída em cima desse sentimento. Com certeza uma imensa lição de vida e um tapa na cara da sociedade. Uma história de luta e amor, que faz com que você reflita sobre tudo o que acontece pelo mundo.

Vale muito a pena assistir, e mais uma vez o trailer está sem legenda. :(

Então é esse o top de hoje, espero que aproveitem as dicas, todos são ótimos, para quem gosta do estilo, não tem erro.

Aproveitem!

A Vida

Desde que criei esse blog, minha intenção era não ter muito foco em apenas um assunto específico, mas sim falar de coisas variadas que me interessariam como leitora.

Uma coisa que anda aparecendo muito em minha vida ultimamente são obstáculos, e é engraçado como cada um de nós tem uma maneira diferente de lidar com eles. A vida me fez aprender que não adianta adiá-los, eles sempre vão persistir. Não dá pra “estacionar” a sua vida e esperar que um muro se desfaça. Isso pode até acontecer uma ou duas vezes, principalmente nas relações familiares, mas não dá pra esperar que o mesmo aconteça na sua vida profissional, por exemplo.

É muito difícil encarar o problema de frente, principalmente quando você está em uma fase onde “se sente cansado de tudo” e pronto para apertar o botãozinho vermelho do “foda-se”. Mas isso não vai fazer da sua vida uma vida mais fácil ou mais feliz.

Às vezes o caminho certo é o caminho mais escuro, e que nos dá mais medo.

Aprendi que não adianta olhar para os céus e perguntar “Por que Deus?”, as respostas vêm com o tempo.

Não devemos nos arrepender do que fizemos, já está feito. É só pensar em como isso te faz uma pessoa melhor hoje, tenho certeza que contribuiu e te preparou para algo.

Nada vêm sem o esforço, merecimento e persistência.

Não adie o seu crescimento.

Muitas coisas fogem ao nosso controle e à nossa vontade. Não adianta querer se a vida não quer que aconteça.

Às vezes é preciso espaço, às vezes tudo o que você precisa é de você mesmo, se concentrar nos seus sentimentos, nos seus objetivos, em quem você é, e deixar para lá um pouco o que você esperava que fosse.

Se desfaça de antigos hábitos que hoje já não significam nada.

Muitas vezes precisamos terminar capítulos, e deixar que novos se escrevam. Zerar as expectativas, desprender dos planos que por algum motivo não deram certo mesmo depois de tanto empenho. Deixar coisas acabarem, e tomar decisões importantes em cima desses desafios.

Fracasse. Fracasse uma vez, duas vezes, três vezes… Quantas vezes for preciso! Mas aprenda tudo o que aquele fracasso te ensinou. Persista até haver forças, até você achar que pode ser diferente. Quando você ver que não tem como ser de outra forma, não importa o quanto você lute, tenha forças para tentar um outro caminho, um caminho que provavelmente hoje você o vê como escuro e inserto, mas nele você encontrará o recomeço, uma oportunidade de alguma forma tentar fazer de outro jeito.

Peça aos céus força. Isso é TUDO o que você precisa.

Só Deus sabe o melhor para cada um de nós. Só ele sabe o que se passa ao nosso redor. Confie.

Viva a vida, encare os problemas, entenda o que ele quer, o que você aprenderá com ele. Desista apenas se não houver solução.

E não deixe de fazer NADA por medo do desconhecido.

O desconhecido também pode trazer coisas boas. É importante não se acomodar e viver uma vida cheia de mesmice. Mudar também é parte da vida. Mude, invente soluções. Mostre quem você é e do que você é capaz.

A vida é feita para ser feliz e aprender com os erros, afinal, não dá pra viver sem eles. Então, vamos viver da melhor forma possível.  ∞

Top 5 Filmes: Chororô

Cara! Nunca foi tão difícil decidir entre filmes.

Fiquei muito na dúvida e deixei muitos filmes de fora, e já estou pensando em fazer outro top, continuação desse.

Não sei se sou realmente muito chorona, ou se esses filmes mexem de verdade.

Bora ver a lista?

Sinopse + Minha opinião e clique na imagem para ver o trailer (desculpem, pelo primeiro do TOP ser MUITO antigo, não consegui achá-lo dublado ou legendado):

1º Lembranças de Outra Vida

Sinopse:

Thomas Johnson (Matthew Modine) é um homem obcecado por trabalho, que morre em um acidente e volta à vida no corpo de um cachorro. Relembrando quem era na vida passada, ele volta para sua mulher e filho para protegê-los do homem que causou o acidente. Através da vida de cachorro, ele se dá conta que não foi um pai tão bom assim.

fonte: http://www.filmow.com

Minha opinião:

Eu não conseguia por NADA lembrar o nome desse filme! Até que eu esbarrei com ele pelo Filmow, e logo marquei ele como favorito. Por quê?

Ahh, ele é antigo, de 95, e é filme que lembra a minha infância assistindo a sessão da tarde. ;)

Falando do filme em si, como o próprio título já dedura, e a sinopse já conta, o cachorro da capa, passa a ser o cachorro da família que ele mesmo construiu. (Não entendeu? Toma vergonha e lê a sinopse do filme). Eu me mato de chorar porque é muito triste ver a sua família, querer falar, querer ouvir, e não poder se expressar, ver coisas, e não poder se comunicar, ver sofrimento, ver o mundo e entender que você não pertence mais a ele. Se você ainda não assistiu, assista.

2º A.I. – Inteligência Artificial

Sinopse:

Na metade do século XXI, o efeito estufa derreteu uma grande parte das calotas polares da Terra, fazendo com que boa parte das cidades litorâneas do planeta fiquem parcialmente submersas. Para controlar este desastre ambiental a humanidade conta com o auxílio de uma nova forma de computador independente, com inteligência artificial, conhecido como A.I. É neste contexto que vive o garoto David Swinton (Haley Joel Osment), que irá passar por uma jornada emocional inesquecível.

fonte: http://www.filmow.com

Minha opinião:

Esse filme é digno de soluços. É estranho tentar imaginar que um dia o ‘mundo tecnológico’ possa alcançar tal nível. Particularmente não acho possível, mas foi muito bem trabalhado no filme. Sou apaixonada pelos filmes que o Steven Spielberg trabalha, sempre tem temas futurísticos, surreais e muita emoção.

3º Uma Prova de Amor

Sinopse:

A pequena Anna não é doente, mas bem que poderia estar. Por treze anos, ela foi submetida a inúmeras consultas médicas, cirurgias e transfusões para que sua irmã mais velha Kate pudesse, de alguma forma, lutar contra a leucemia que a atingiu ainda na infância. Anna foi concebida para que sua medula óssea prorrogasse os anos de vida de Kate, papel que ela nunca contestou… até agora. Tal como a maioria dos adolescentes, ela está começando a questionar quem ela realmente é. Mas, ao contrário da maioria, ela sempre teve sua vida definida de acordo com as necessidades da irmã. Então, Anna toma uma decisão que seria impensável, uma atitude que irá abalar sua família e talvez tenha terríveis consequências para a irmã que ela tanto ama.

fonte: http://www.filmow.com

Minha opinião:

Meus olhos se encheram de lágrimas só de lembrar do restante do filme que a sinopse não revela. Surpreendente e marcante, te faz pensar nos dois lados da moeda, até começar a existir três lados. Não entendeu? Só assistindo o filme mesmo. O choro é garantido, e se não chorar, você tem o coração de pedra.

4º Sempre ao seu Lado

Sinopse:

Parker Wilson (Richard Gere) é um professor universitário que, ao retornar do trabalho, encontra na estação de trem um filhote de cachorro da raça akita, conhecido por sua lealdade. Sem ter como deixá-lo na estação, Parker o leva para casa mesmo sabendo que Cate (Joan Allen), sua esposa, é contra a presença de um cachorro. Aos poucos Parker se afeiçoa ao filhote, que tem o nome Hachi escrito na coleira, em japonês. Cate cede e aceita sua permanência. Hachi cresce e passa a acompanhar Parker até a estação de trem, retornando ao local no horário em que o professor está de volta. Até que um acontecimento inesperado altera sua vida.

fonte: http://www.adorocinema.com

Minha opinião:

O que mais emociona é saber que é uma história verídica. Filme com animais é muita apelação, eu sei, mas esse não poderia ficar de fora.
Não tenho nem muito o que falar. A fidelidade do animal ao seu lado é emocionante e resistente.

5º Sete Vidas

Sinopse:

Ben Thomas (Will Smith) é um agente do imposto de renda que possui um segredo trágico. Devido a ele Ben tem um grande sentimento de culpa, o que faz com que salve as vidas de completos desconhecidos. Porém quando conhece Emily Posa (Rosario Dawnson) é Ben quem tem a chance de ser salvo.

http://www.filmow.com

Minha opinião:

O gostoso desse filme, é assistir e não saber o porquê daquilo estar acontecendo. Não entender o que está se passando. Até que é revelado no filme. Uma atitude extrema, tocante, chocante, e até que compreensível. Realidade nossa de cada dia, mas sem relevância para a maioria das pessoas. Indico para toda família assistir.